Aracaju, 17 de Dezembro de 2018
Gilmar lembra que "também diziam que o apresentador do Cidade Alerta era pequeno para disputar governo do AM"


O deputado estadual reeleito Gilmar Carvalho (PSC) disse ontem, 4, que ¨é muito cedo¨ para se falar sobre as eleições municipais de 2020.

"Em Sergipe, já se fala até em quem será candidato a governador", disse o deputado.

Gilmar foi o mais mais votado na capital e na região metropolitana (Aracaju, Socorro, São Cristóvão e Barra) e um dos quatro mais votados no Estado.

"Não tenho a menor preocupação com as próximas eleições, o momento é de continuar trabalhando e agradecendo, como sempre, em quem confiou no nosso trabalho", disse Gilmar.

O deputado voltou a declarar que não ficará fora das eleições municipais de 2020: "posso não ser candidato ou disputar as eleições, o certo é que não ficarei, em hipótese alguma, fora das discussões sobre a formação de chapas e elaboração de programas de governo".

Sobre a possibilidade de disputar o comando da Prefeitura de Aracaju, Gilmar disse que tem ouvido manifestações positivas de eleitores nas ruas, mas que alguns políticos têm dito que ele "é muito pequeno" para tamanho objetivo.

"Tenho ouvido isso com certa insistência. Só esta semana, três dos chamados grandes me disseram isso, sem serem provocados por mim. Fico sem entender, mesmo porque não tenho conversado sobre essa possibilidade com ninguém", disse o deputado.

Em conversa com NE Notícias, Gilmar lembrou que, no Amazonas, Wilson Lima, apresentador, assim como ele, do programa Cidade Alerta local, "também era considerado muito pequeno e foi eleito governador com 58,50% dos votos válidos, enquanto Amazonino Mendes (PDT), quatro vezes governador do Estado, teve 733.366 votos (41,50%). 

» Veja a apuração completa

"Sou o menor entre os pequeninos. O que tenho que fazer sempre é servir aos desamparados pelo poder público e oferecer sugestões para a solução de problemas na administração pública".

"Fui eu que convenci o então governador Jackson Barreto (MDB) a não aumentar a contribuição dos servidores para a Previdência, sem fazer parte de sua bancada, por exemplo. Propus na Assembleia acompanhamento em tempo real da execução orçamentária do Estado. Propus a formação de comissão suprapartidária para acompanhar o problema dos matadouros.Trabalho em grupo e no meio do povo, ouvindo sempre. Tem muita gente aí que ainda não parou para fazer a leitura correta do ensinamento das urnas de 2018".

No final do contato com NE Notícias, Gilmar disse que agradece permanentemente a Deus, "à generosidae popular e à TV Atalaia, que mudou a minha vida".

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados