Aracaju, 18 de Novembro de 2018
Moro vai aceitar convite de Bolsonaro, mas para superministério


O juiz federal Sérgio Moro vai ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira, 1º, para uma reunião com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e o vice, general Hamilton Mourão. O encontro será na casa de Bolsonaro. Na segunda-feira, em entrevista ao Jornal Nacional, ele disse que gostaria de contar com Moro como ministro da Justiça ou então em uma futura vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). “Ele é um grande símbolo da luta contra a corrupção no país”, disse Bolsonaro na ocasião.

No início da tarde desta quarta-feira, 31, a colunista Sonia Racy, do Estado de S. Paulo, noticiou que Moro vai ao Rio conversar com Bolsonaro para dizer sim ao convite feito em rede nacional pelo eleito. No entanto, segundo a colunista, Moro teria planos de turbinar o Ministério da Justiça, que na prática seria o segundo superministério do governo Bolsonaro. O primeiro será o da Economia, comandado por Paulo Guedes, que reunirá as atuais pastas da Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio.

Na reunião desta quinta, Sérgio Moro deve discutir com Bolsonaro a nova formatação do Ministério da Justiça, que abarcaria também o atual Ministério da Segurança Pública, criado por Michel Temer e que controla a Polícia Federal, mais a Secretaria de Transparência e Combate à Corrupção, além da Controladoria Geral da União e o Coaf. Segundo analistas, a tendência é que Bolsonaro e Mourão recebam bem a proposta de Moro.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados