Aracaju, 23 de Outubro de 2018
Coleta seletiva auxilia no combate ao descarte irregular na capital


“Toda semana separo as embalagens do que consumimos. Tenho um reservatório destinado só para isso aqui em casa. É importante que cada um faça a sua parte e contribua com o meio ambiente”, comentou a dona de casa Maria das Graças, consciente de que a reciclagem é essencial para a preservação do meio ambiente e limpeza da cidade. 

Todas as terças-feiras pela manhã, ela aguarda o caminhão da coleta seletiva passar pela rua Euclides Gois, no bairro Atalaia, onde reside. A dona de casa comentou ainda que, há dois anos, utiliza o serviço diferenciado realizado pela Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), em parceria com duas cooperativas de reciclagem da capital.

A ação, que prioriza a preservação do meio ambiente aliada a economia e sustentabilidade, vem se tornando uma das principais soluções para o combate ao descarte irregular em Aracaju. De segunda a sábado, nos turnos da manhã e tarde, duas equipes, coordenadas pela Diretoria de Operações (Dirop), fazem o recolhimento em residências, empresas e órgãos públicos, de materiais recicláveis que se transformarão novamente em matéria-prima. 

O roteiro, elaborado pela Dirop e seguido pelos caminhões, é um dos diferenciais do serviço, pois tem como objetivo proporcionar maior comodidade e segurança à população, que pode realizar o descarte próximo à residência com a certeza de que o material separado será realmente aproveitado e reciclado.

Neste trabalho, a empresa conta com a colaboração de duas cooperativas de reciclagem, a Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (Care) e a Cooperativa de Reciclagem do Bairro de Santa Maria (Coore).  Para a responsável pela logística da  Care, Suyane Cardoso, a parceria  da Prefeitura de Aracaju é essencial para o funcionamento da cooperativa. “Temos quatro caminhões fazendo a coleta diariamente, dois de frota própria e dois cedidos pela prefeitura através da Emsurb. Esse apoio é primordial para o nosso serviço”, enfatizou.

Destinação correta

Todo o volume de lixo seco (papel, plástico, metais, vidro) é levado para a Care, no bairro Santa Maria. Ao chegar na cooperativa, esses materiais vão para a mesa de separação, onde passam por uma triagem antes de serem prensados ou triturados para que sejam comercializados. O rejeito, como é chamado o resíduo que não é aproveitado, é depositado em caixas coletoras e seguem para o aterro sanitário. Já os resíduos recicláveis coletados pelo Cata Treco e nos Pontos de Entrega Voluntário (PEVs), são destinados para a Coore. 

“O serviço da coleta seletiva é importante para a conservação do planeta, porém é preciso que a população seja consciente e colabore mais com as questões ambientais e a destinação correta do seu lixo. Nosso trabalho só é possível com a ajuda deles”, acrescentou Suyane Cardoso.

Vários localidades são atendidas pelo serviço, a exemplo dos bairros Inácio Barbosa, Aeroporto, Atalaia, Coroa do Meio, Grageru, Jabotiana e São José, além dos conjuntos Médici, Leite Neto, Sol Nascente e Beira Mar. A pessoa, empresa ou condomínio que tiver interesse em contribuir com material reciclável para o programa de Coleta Seletiva como também obter mais informações sobre a ação de coleta, deve ligar para a Diretoria de Operações pelo número 3021-9935, ou para a Ouvidoria da Emsurb no 3021-9908.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados