Aracaju, 11 de Dezembro de 2018
VF: Anuário aponta redução de investimentos na Segurança Pública em Sergipe


Ao avaliar os dados divulgados na 12ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, levantamento realizado pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública, que apontam leve queda nos índices de mortes violentas registradas em Sergipe, o candidato ao governo pelo PSB, Valadares Filho, entende que, apesar da redução, não há motivo para comemorar.

“Os dados do anuário se referem ao ano de 2017, sabemos que este ano a violência tem aumentado significativamente. Os índices são alarmantes e mostram que há muito o que fazer para devolver ao povo sergipano a tranquilidade e segurança que sempre foram a nossa marca”, salienta o candidato.

De acordo com os dados divulgados pelo anuário, Sergipe - que encabeçava a lista dos estados com maiores índices de mortes violentas, passou para a 6ª pior posição no ranking nacional. Conforme o governo do estado, o resultado seria fruto do aumento do esforço do governo que ampliou os investimentos em pessoal, tecnologia e inteligência, buscando reduzir os índices.

Para Valadares Filho, os dados do anuário contradizem essa informação. “Analisando o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública 2018 é facil constatar, por exemplo, que não houve nenhum investimento na área de inteligência. Nos últimos anos esses investimentos foram zero, inexistentes”, assinala o candidato.

Redução de gastos - O candidato ressalta que, em alguns setores até houve redução de gastos como mostram os números apresentados pelo anuário. “Os gastos com policiamento sofreram redução de mais de 7% nos últimos três anos”, aponta Valadares Filho, para quem outros indicativos, como a apreensão de armas de fogo - que registrou queda superior a 8%, no mesmo período, - sinalizam retrocesso na segurança pública de Sergipe.

Outro fator negativo destacado por Valadares Filho é das delegacias para atendimento à mulher, justamente no momento em que cresce, em todo o Brasil, os casos de feminicídio (assassinato de mulheres). “Por falta de investimento em treinamento e capacitação dos servidores por parte do governo o serviço de atendimento, mesmo nas delegacias da mulher, não possuem atendimento especializado”, lamenta.   

No entendimento do candidato do PSB ao governo de Sergipe, é preciso que as autoridades se debrucem sobre os dados tornados públicos pelo anuário - levantamento que traça com maior clareza o diagnóstico da situação -, para buscar as soluções que possam, se não estancar, pelo menos combater a violência que tomou conta de Sergipe. “É preciso admitir que esse é um problema real que afeta a vida de todo sergipano e precisa ser encarado de frente”, enfatiza Valadares Filho.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados