Aracaju, 22 de Agosto de 2018
Bancários de Sergipe rejeitam proposta da Fenaban


Em Sergipe, os bancários e bancárias rejeitaram em assembleia geral a contraproposta Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), apresentada ao Comando Nacional dos Bancários, na mesa de negociações salariais. A assembleia foi realizada na noite desta quarta-feira (8), no auditório do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE).

Retardamento de agências no Dia do Basta

Ainda das deliberações, a assembleia aprovou a realização de retardamento (em 1h), no expediente de agências bancárias nesta sexta-feira, dia 10, Dia Nacional do Basta. Neste dia, às 07h30, o SEEB/SE montará um ponto de mobilização em frente à Agência Serigy da Caixa Econômica, no calçadão João Pessoa.  A categoria também aprovou a participação nos protestos de rua convocado pelas centrais sindicais para o Dia do Basta. O ato unificado será na Praça General Valadão, às 15h.

Apresentada na última terça-feira (7), em São Paulo, segundo a presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira, a proposta da Fenaban apenas cobre a inflação nos salários, PLR, vales e demais verbas econômicas, sem aumento real.  Além de não apresentarem proposta de aumento real, não garantiram direitos conquistados e estabelecidos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), tampouco a manutenção dos empregos. Também não garantiu que os bancários não serão substituídos por trabalhadores contratados de forma precarizada, a exemplo da terceirização. Os bancos querem alterar cláusulas da CCT da categoria, segundo eles, para garantir segurança jurídica, mas sequer apresentaram a redação das modificações. A próxima rodada de negociação ficou agendada para o dia 17 de agosto (sexta-feira). Além de não querer dar aumento real, os bancos já disseram que vão retirar a cláusula da CCT que possibilita o abono ou compensação dos dias parados de greve. Um avanço da negociação desta terça-feira é que a CCT é válida para todos, inclusive para os trabalhadores hipersuficientes, que possuem escolaridade de nível superior e ganham acima de dois tetos do INSS.

Proposta do Banese

O diretor do Sindicato dos Bancários de Sergipe, Luís Alves (Lula) informou na assembleia sobre o porcesso de negociações da Minuta Específica com o Banco do Estado de Sergipe (Banese), onde ficaram acordadas um total de 26 cláusulas do conjunto da Minuta. A próxima reunião será nesta segunda-feira (13), às 9h.Lula convocou os baneseanos e baneseanas para se envolveram nesta campanha.

Basta de desemprego e retirada de direitos

No dia 10 de agosto (sexta-feira), Dia do Basta, a categoria vai promover retardamento da abertura de agências e departamentos bancários e participar das atividades locais que serão realizadas por sindicatos de diversas categorias contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e contra o desemprego e a retirada de direitos. O Dia do Basta é um Dia Nacional de Luta de todas as categorias contra o desemprego e a retirada de direitos. Mas, também é um momento em que os bancários mostrarão aos banqueiros que não aceitarão a retirada de direitos e que querem aumento real. 

Defesa dos bancos públicos
No dia 15 de agosto será realizado um Dia Nacional de Luta em defesa dos bancos públicos e contra a resolução 23 da CGPAR.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados