Aracaju, 19 de Setembro de 2018
Tecnologia de São Paulo para Sergipe amplia ações da SSP


Como forma de intensificar as ações ligadas à Secretaria de Segurança Pública no Estado, foi firmada nesta quinta-feira (12), parceria entre os governos de São Paulo e Sergipe por meio do Sistema Detecta – que integra bancos de dados das polícias. Para assinatura do convênio, o governador Belivaldo Chagas, acompanhado do secretário da Segurança Pública de Sergipe, João Eloy; do diretor do Ciosp Sergipe, Coronel William Vasconcelos e do secretário de Estado da Comunicação Social, Sales Neto, foi recebido pelo governador de São Paulo, Márcio França, e o secretário adjunto da Segurança Pública de São Paulo, Sérgio Turra Sobrane, no Palácio dos Bandeirantes.

Sergipe é pioneiro, e dessa forma, é o primeiro estado a firmar a parceria com o sistema de inteligência do governo de São Paulo. Para o governador de Sergipe, o convênio representa mais eficácia na prevenção do crime no estado. “Esse sistema irá permitir uma maior eficiência na prevenção de crimes e de respostas mais imediatas aos crimes praticados. Com isso, teremos nossas polícias trabalhando de forma mais eficaz e consequentemente iremos aumentar a segurança da nossa população. Quero agradecer, em nome do povo de Sergipe, essa colaboração do governo de São Paulo na melhoria da atuação de inteligência da nossa segurança pública”, disse Belivaldo Chagas.

As informações possibilitadas pelo Detecta, a exemplo da identificação facial de pessoas com mandados de prisão, verificação de placas de veículos com restrição de roubos e furtos e informações específicas de banco de dados de instituições serão compartilhadas com as equipes da Polícia Militar e com investigadores da Polícia Civil. Em Sergipe, a tecnologia do Detecta será utilizada no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e terá como suporte 84 câmeras de monitoramento em toda a capital.

A tendência é que a rede de câmeras da Prefeitura Municipal de Aracaju também seja utilizada através de um termo de cooperação. O acordo tem vigência até 1º de dezembro de 2018, podendo ser prorrogado por até 60 meses. Essa infraestrutura vai permitir um incremento no monitoramento da vigilância do CFTV-CIOSP e permitirá também a inclusão no sistema de municípios, associações de bairro, entre outros atores da área de segurança pública.

Na prática

Implantado pelo governo de São Paulo em 2014, o Detecta - o maior big data da América Latina - é um sistema de prevenção e investigação criminal que promove a integração de bancos de dados e câmeras de diferentes instituições para monitorar áreas específicas, veículos e suspeitos para auxiliar as polícias no combate ao crime em todo o território paulista.

No sistema, estão conectados dados do Registro Digital de Ocorrência (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar, Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Desde seu início até junho de 2018, foram 6.339 veículos interceptados, resultando em 10.330 pessoas presas em flagrante/encontradas e 534 armas/simulacros apreendidas em São Paulo. Sergipe é o primeiro estado a firmar concretamente a parceria, porém, no começo deste ano, o governo de Rondônia demonstrou interesse na integração e compartilhamento de informações do sistema Detecta. O sistema também foi apresentado para os estados de Amazonas, Paraíba e Rio de Janeiro

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados