Aracaju, 19 de Novembro de 2018
Vice-prefeita inaugura novas instalações do abrigo Caçula Barreto


A preocupação do atual governo municipal em construir uma cidade mais humana e com qualidade de vida para todos os seus cidadãos se faz presente em todas as áreas. Como prova disso, a vice-prefeita Eliane Aquino inaugurou, na manhã desta terça-feira, 19, as novas instalações do abrigo Caçula Barreto, em Aracaju. Bem localizado, num imóvel mais amplo e arejado, o novo espaço oferece as condições ideais de acolhimento para crianças e adolescentes, o que foi destacado por representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público de Sergipe.

“Desde o início da nossa gestão, estabelecemos como um dos nossos compromissos a preocupação com as crianças e adolescentes abrigados pela Prefeitura. A gente tinha um espaço anterior, que não gerava conforto para eles e no qual não era possível estabelecer um processo educacional e de integração. Começamos então a procurar um novo imóvel, que nos desse as condições de desenvolver melhor o nosso trabalho. Por isso, é motivo de muita alegria estar aqui hoje entregando esta nova casa, mais confortável, arejado, que tem cara de lar, onde eles se sentem acolhidos”, afirmou a vice-prefeita.

“Não é depósito de gente”

Eliane ressalta que a função do abrigo é atuar pela ressocialização das crianças e adolescentes. “Todos que aqui chegarem se sentirão em casa, pois temos uma equipe voltada para um projeto pedagógico e educacional, de ressocialização, com nutricionista, fazendo com aqui sirva para a vida deles. Essas crianças e adolescentes destituídos de suas famílias por medida judicial ou por algum ato de infração, ao chegarem ao abrigo, são encaminhadas para a escola, para programas de primeiro emprego, pois entendemos que aqui não é um depósito de gente, mas um espaço de ressocialização real”, diz ela, destacando que já há adolescentes abrigados que estão trabalhando nas empresas municipais da Prefeitura (Emurb e Emsurb).

A vice-prefeita ainda reforça que o objetivo da gestão é atuar, com cada vez mais eficiência, para que o número de abrigados diminua, o que já tem acontecido. “Do ano passado para cá, diminuiu o número de crianças e adolescentes acolhidos, o que mostra que a nossa rede de assistência tem funcionado. Os Centros de Referência da Assistência Social estão funcionando bem, a parceria com o Judiciário tem dado certo, ampliando assim o número de adoções. O trabalho da Secretaria da Educação também tem sido muito importante. Temos muitos desafios, mas temos nos esforçado para melhorar a vida destes meninos e meninas cada vez mais”, reiterou.

“Rede de Assistência tem funcionado bem”, diz magistrada

A juíza da Vara da Infância, Rosa Geane Nascimento, reconheceu o trabalho da atual gestão em prol das crianças e adolescentes abrigados e elogiou a escolha do novo imóvel para o abrigo. “Estou muito feliz com a localização, com as novas instalações. Isso dará uma qualidade de vida melhor às crianças e adolescentes. Assim as pessoas ficam bem e passam a ter mais possibilidade de reinserção. Além disso, os CRAS estão funcionando bem, o que contribui para que as crianças e adolescentes permaneçam em seus lares, diminuindo assim o número de acolhidos. Nós acreditamos no trabalho das equipes envolvidas nesta ação”, afirmou.

Da mesma forma, a promotora da Infância e Adolescência, Lilian Mendes, se disse muito alegre com o novo espaço. “Em nome das crianças e adolescentes que atendemos no nosso dia a dia, a gente fica muito feliz. Lidamos com situações extremas e difíceis, mas nosso esforço é sempre de empoderar as famílias, tentar reinserir estes meninos e meninas, mas é bom ver que existe um espaço como este para recebê-los. A gente cobra muito da administração porque queremos o melhor para eles. Mas já vemos uma mudança de paradigma”, disse.

Os abrigados presentes na inauguração também externaram sua satisfação com o novo espaço. “A gente se sente mais em casa, é mais bonito, o quarto é melhor”, afirmou um deles. “Estou feliz. Aqui é ótimo”, disse uma menina abrigada. A coordenadora do abrigo, Meiry Ane Santana, destacou que o esforço de todos os profissionais que atuam no local é “fazer o melhor”. “A escolha da nova casa foi a dedo. Tudo é feito para o bom estar deles, para que a passagem aqui seja positiva”, salientou.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados