Aracaju, 19 de Setembro de 2018
Valadares diz que voto do eleitor contra JB deve ser "como uma renúncia para todo o sempre"


A TRISTE PARTIDA DE JB E A FALTA DE RESPEITO AO POVO. 

Lamentável, sob todos os aspectos, Sergipe ser manchete em programa da rede Globo, que exibiu cenas deprimentes e chocantes da inauguração do Centro de Frenologia pelo governador JB, e, no dia seguinte, em ação inusitada, nunca vista em qualquer governo de nossa história, retirar todos os equipamentos ali instalados, transformando da noite para o dia uma unidade de saúde numa indisfarçável obra fantasma. Sem equipamentos de hemodiálise, sem médicos, sem enfermeiros, só um espaço vazio, sem qualquer serventia. 

Um desrespeito aos usuários de doenças crônicas de rins, que foram desconsiderados e frustrados em seus direitos de terem um atendimento de qualidade pelo poder público. 

A sanha demagógica que se inspira numa ambição irrefreável, e sem limites, só trouxe desencanto e revolta, e a convicção de que alguém que age sob esse impulso para obter dividendos eleitorais, e manter-se no poder sem aquilatar para as consequências dos seus atos, nunca poderia ter chegado, aonde chegou, exercer o cargo eletivo de governador. Seu ato irresponsável ficará para sempre gravado na memória dos sergipanos e brasileiros de todos os quadrantes. E quando ele pensar que já ninguém mais se lembra da maracutaia, atuarão em bloco as redes sociais para repetir imagens e vozes de uma personalidade delirante que um dia governou o nosso Estado. 

Por que tanta pressa em inaugurar algo que não iria funcionar? Naturalmente para, através da montagem de um teatro de enganação inflar o seu ego, e dizer ao nosso sofrido povo que a saúde pública teria sido prioridade no seu governo. Com certeza uma prioridade falsa. O velho ditado popular de que “mentira tem pernas curtas”, atingiu-lhe em cheio e, inapelavelmente, a todo o seu fatídico governo. 

Essa incrível montagem, que resultou numa fraude explícita, para a qual não existe defesa nem explicação, diante do escândalo em que se transformou, o governo que o sucedeu, até para dar uma resposta à sociedade, deveria ter tomado na primeira hora uma decisão de abrir sindicância para apurar as circunstâncias em que ocorreram os fatos, e, por precaução, afastar ou demitir possíveis implicados nessa trama criminosa. Se não o fizer estará coonestando com a farsa, colocando panos quentes para esconder os malfeitos. Ou o governo que está apenas começando toma uma providência séria para apurar tudo, e não queira abafar o caso, ou se decidir por cruzar os braços, acabará por decretar o seu próprio fim. 

Sinceramente como não sei como alguém que age de forma tão desprezível, sem o menor pudor ou pena dos que sofrem, afrontando um povo tão humilhado, que dá graças a Deus quando aparece qualquer iniciativa na área da saúde, ainda planeja ser vitorioso na política, ser exemplo para seus aliados como mote de campanha, e um espelho de virtude e retidão para os mais jovens. 

Triste partida de um populista travestido de defensor dos mais pobres e oprimidos. Agora que ele renuncia pra se candidatar, que esse seu último ato seja recepcionado com altivez pelo povo de Sergipe e, na hora do voto, como uma renúncia para todo o sempre. 

Senador Antonio Carlos Valadares

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados