Aracaju, 16 de Novembro de 2018
Não podemos esperar um Sergipe 4.0 com políticos 0.0


Frase roubada do presidente de Portugal, essa semana, Marcelo Rebelo de Sousa: "Não podemos querer uma economia 4.0 com políticos 2.0".

Lá, ainda é possível enxergar políticos 2.0.

E em Sergipe, menor Estado do Brasil?

Por essas bandas, é possível discutir a possibilidade de encontrarmos políticos menos 0.0.

Você já ouviu algum deles dizer o que pretendem fazer com o déficit da Previdência, que leva mensalmente mais de R$ 100 milhões dos cofres do Estado?

Você já ouviu os que defendem a construção do  Hospital de São Nunca, mais conhecido no ideário da oposição por Hospital do Câncer, dizerem quanto custaria seu funcionamento hoje, e se o Estado, concretamente, teria condição de mantê-lo vivo?

Alguém já disse a essas iluminadas cabeças que, por muito menos, podemos ter em pleno funcionamento ampliação da Oncologia do HUSE?

Alguém já pensou seriamente em diminuir para quase zero o número de pacientes que sofrem por falta de UTI, outros muitos por falta de transferência imediata para o Hospital Cirurgia?

Dos nossos pretensos candidatos ao governo, alguém já ouviu dizer que há quem tenha coragem de processar judicialmente os municípios que, irresponsavelmente, jogam seus pacientes para atendimentos ambulatoriais no Hospital de Urgência, deixando muita gente doente na fila de espera?

O leitor já ouviu alguém ensinando como o governo deve, e não faz por incompetência, aumentar sua receita?

Quem já ouviu falar, entre nossas excelências, sobre a diferença entre policiamento ostensivo e policiamento preventivo? Alguém já disse que polícia melhor não é a que prende muito, embora tenha que prender sempre, mas que boa mesmo é a polícia que evita o crime?

Quem já ouviu falar em métodos modernos de Educação, que não acabem apenas na introdução do ensino em tempo integral, mas que façam alunos sentirem NECESSIDADE de estar na escola?

Quem já ouviu falar da existência de alguèm, entre eles, que saiba e queira administrar nas ruas, nos corredores dos hospitais, nas escolas, nos quarteis, diminuindo as horas do que temos e sempre tivemos: governo de gabinete ou de assinaturas de ordens de serviço em locais de futuras obras?

Ainda temos dificuldade de acreditar que haja, entre as excelências, político acima de 0.0.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados