Aracaju, 17 de Janeiro de 2018
Definida nomeação de Erika para a Superintendência da PF em Sergipe


A sindicância da Corregedoria da Polícia Federal sobre a atuação da delegada Érika Marena, que atuou na Lava Jato em Curitiba, concluiu pela regularidade dos procedimentos adotados pela servidora na Operação Ouvidos Moucos. Essa ação levou para a cadeia o ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Luiz Carlos Cancellier junto com outras seis pessoas. Eles foram acusados de desviar recursos públicos. Cancellier cometeu suicídio no dia 2 de novembro.

A nomeação de Érika para comandar a Superintendência da PF em Sergipe dependia da conclusão dessa apuração interna. O diretor da corporação, Fernando Segovia, comunicará a novidade ao ministro da Justiça, Torquato Jardim.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados