Aracaju, 17 de Dezembro de 2017
Repasse de royalties para Sergipe cresceu 4,9%, em novembro


Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, uma parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), indicou que o pagamento de royalties do petróleo e gás natural, para o estado, no mês de novembro de 2017, ultrapassou os R$ 5,6 milhões, valor referente à produção do mês de setembro do mesmo ano. No comparativo com o mês imediatamente anterior (outubro/2017) o pagamento avançou 4,9%. Porém, em relação ao mês de novembro do ano passado, o resultado foi negativo, com recuo de 6,5%. Essas variações são em termos nominais, ou seja, sem considerar o efeito da inflação no período.

Entretanto, entre janeiro e novembro do corrente ano, o pagamento de royalties ficou em R$ 63,7 milhões em Sergipe, sem variações em relação ao montante acumulado no mesmo período de 2016.

Royalties dos Municípios

No mês de novembro de 2017, os municípios de Japaratuba e Carmópolis tiveram os maiores repasses de royalties, entre todos os municípios sergipanos, recebendo aproximadamente R$ 1,1 milhão, cada. Enquanto isso, os municípios de Aracaju, Divina Pastora, Estância e Itaporanga d’Ajuda receberam R$ 917 mil, R$ 854 mil, R$ 808 mil e R$ 802 mil, respectivamente. Outros municípios como Siriri, Pirambu e Riachuelo receberam R$ 761 mil, R$ 694 mil e R$ 680 mil, respectivamente, referente à extração de petróleo e gás.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados