Aracaju, 25 de Julho de 2017
Joesley Batista prometeu propina de 5% a Michel Temer em negócio no Cade


O dono da Friboi Joesley Batista prometeu repassar para o presidente Michel Temer 5% do lucro do grupo JBS (dono da marca de carnes Friboi) no segmento termoelétrico. A condição, aceita pelo deputado Rodrigo Rocha Loures, era garantir uma decisão liminar (provisória) do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para afastar o monopólio da Petrobras no fornecimento de gás para a termelétrica do grupo.

O fato foi relatado por Joesley Batista durante a delação premiada. “JB [Joesley Batista] expôs, então, o lucro que esperava obter com o negócio sob apreciação no Cade e prometeu, caso a liminar fosse concedida, ‘abrir planilha’, creditando em favor de Temer 5% desse lucro. Rodrigo aceitou”,  informa o documento (leia a íntegra).

Conforme a delação, Joesley Batista ofereceu ainda “mais créditos” à medida que outras intervenções de Temer e Rocha Loures em favor do grupo fossem bem sucedidas em negócios como energia de longo prazo e compensações de créditos de PIS/Cofins com débitos do INSS. “Rodrigo também aceitou”, diz o anexo 9 do termo de delação do dono da Friboi.

Houve vários encontros e conversas entre o deputado e o empresário.

No dia 6 de março de 2017, jantaram juntos no restaurante Fasano, em São Paulo. Foi nessa data que ficou agendada a reunião para o dia seguinte, reservada, entre Joesley e Michel Temer, no Palácio do Jaburu, quando o empresário gravou 38 minutos do diálogo mantido com o presidente.

Depois, em 13 de março, Rocha Loures visitou Joesley na casa do empresário em São Paulo. No dia 16 de março, Joesley esteve na casa de Rocha Loures em Brasília.

Na segunda visita, depois de ouvir o relato sobre a demanda da JBS junto ao Cade, Rocha Loures ligou para o então presidente interino do órgão, Gilvandro Vasconcelos Coelho de Araújo a quem o deputado se referiu como “um dos nossos meninos”.

“Depois de ouvir o telefonema, realizado em viva voz, JB disse que não sabia se poderia falar sobre ‘qualquer assunto’, inclusive ‘assuntos sensíveis’, mas dado que Temer lhe havia dito que Rodrigo era pessoa de sua mais estrita confiança, queria perguntar se poderia avançar sobre esse campo. Rodrigo assentiu.”  Em seguida, Joesley detalhou a promessa do pagamento dos 5% a Temer.

No anexo 9 do Termo de Delação, não está claro se as conversas relatadas por Joesley Batista com Rodrigo Rocha Loures foram registradas em áudio.

OUTRO LADO: CADE

O MPF e a Polícia Federal cumpriram mandado de busca no Cade nesta 5ª feira (18.mai.2017). Os agentes buscaram materiais para investigação sobre suposto pagamento de propina ao deputado Rocha Lourdes em troca de favores à JBS.

O Cade nega ter favorecido empresa do grupo JBS. E afirma colaborar com as investigações. Leia nota Cade (neste link) e resposta do presidente interino do órgão, Gilvandro Araújo (abaix):

“O Presidente Interino confirma que, em seu dever de ofício de representação institucional, recebeu em seu gabinete telefonema do deputado Rodrigo Rocha Loures. Na ocasião, o deputado manifestou preocupação com suposta prática anticompetitiva por parte da Petrobras contra a empresa EPE-Cuiabá no mercado de gás natural.
O Presidente Interino esclareceu que eventuais condutas anticompetitivas nesse mercado já eram objeto de análise do órgão, e que iria repassar a preocupação à área técnica.

O caso está em fase preliminar de investigação desde 2015, fase processual da qual o Presidente não participa. Até o presente momento, não houve parecer ou decisão final sobre o mérito investigado, e os pedidos de medida preventiva da EPE não foram acatados.

Reitera-se que o Cade apoia plenamente as investigações conduzidas pelo MPF e pela Polícia Federal.”

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados