Aracaju, 26 de Setembro de 2017
PF prende presidente da confederação de esportes aquáticos


Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, a Operação Águas Claras, que apura desvios de 40 milhões de reais em verbas destinadas à Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA). O presidente da entidade Coaracy Nunes está entre os presos. Segundo a PF, há suspeitas de que os valores públicos recebidos através de leis de incentivo ao esporte eram “mal geridos ou desviados para proveito pessoal dos investigados”.

As denúncias de corrupção partiram de atletas, ex-atletas e empresários do ramo esportivo. A Polícia Federal cumpriu quatro mandados de prisão, dois de condução coercitiva – quando a pessoa é obrigada a depor – e dezesseis de busca e apreensão, todos emitidos pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Os mandados foram cumpridos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Sérgio Ribeiro, diretor financeiro da entidade, e Ricardo Cabral, coordenador técnico do polo aquático, foram outros dois presos pela Polícia Federal.

Leia mais em Veja.com

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados